----

Sejam bem vindos ao Meu Mundo Subjetivo!

segunda-feira, 3 de março de 2014

Galope

Galopando


Galopando pelas campinas
Revendo meus sonhos de menina
Velozmente ultrapassando vales e colinas

Galopando numa tarde impressionista
Contradizendo as impressões doídas
O vento batendo na minha cara
Meu alazão desassossegado dispara

Na sua frente não há obstáculos
A paisagem é uma tela... meu retrato
Galopando e fugindo do que sinto

Meu cavalo, amigo fiel... companheiro
Sabe quando preciso correr pelos montes
Para de tudo ficar cada vez mais distante
Enfrentamos o vento num galope ligeiro

....Frag-men-tos....Meus....